Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gare do Oriente, Médio

Dois arquitectos portugueses emigram para o Reino da Arábia Saudita. Um escreve (às vezes também esquiça), outro fotografa.

Gare do Oriente, Médio

Dois arquitectos portugueses emigram para o Reino da Arábia Saudita. Um escreve (às vezes também esquiça), outro fotografa.

O ano era 2020… O mês era Setembro… E nada de especial de aconteceu. Aconteceu apenas que ao navegar pelas minhas fotografias me apercebi que na primeira quinzena de Setembro do dito ano, fiz uma recolha diária de fotografias das quais escolhi uma para para publicar por dia. Assim uma espécie de exercício criativo para quem aspira a voos maiores na arte… Mas no final aconteceram apenas 14 dias…                                 
No regresso de férias, viajei para Riade via Casablanca, e a Royal Air Maroc faz questão de nos transportar a rigor. O autocarro afasta-se do Terminal 1 do aeroporto Humberto Delgado, vai passando por Airbus e Boeings e, já quase em Camarate, imobiliza-se junto a um bimotor. Sim, com hélice. Parece mesmo o que trouxe Ilsa e Viktor Laszlo, no sentido oposto.  Eu sei, não é o mesmo, mas parece. É dia, e está céu limpo. Ilsa e Viktor fogem dos nazis, Lisboa é a escala que os (...)
26 Ago, 2022

Car life

Não será de certo a publicação que vai mostrar algo de novo da vida na península Árabe. Mas o carro é certamente uma necessidade básica da vida nestas paragens. E sem nenhuma razão que o justifique, misturei duas coisas que gosto bastante nesta pequena selecção de imagens. Apenas fragmentos da rotina automóvel.                      
Emigrar para sítios onde não se fala a nossa língua é sempre um desafio. Em países do Médio Oriente, o inglês estabeleceu-se como língua de trabalho, pelo que uma pessoa consegue safar-se sem saber falar árabe. No caso dos escoceses, até se safam sem saber falar inglês. Um país com tanta imigração torna-se uma torre de Babel, além do árabe e inglês, também há muito urdu, hindi, tagalo… Ainda assim, seria de esperar que, ao fim de sete anos aqui, já soubesse falar (...)
Algo diferente para hoje. Porque a vida de um “expatriado” é mais do que apenas o trabalho e as paisagens mais ou menos exóticas. Viver longe de casa também é criar outras famílias (e não estou a falar do espírito marinheiro de novas famílias a cada porto).   Na sequência do recente aniversário do nosso Editor chefe, a verdadeira “raison d’être” deste mesmo blog, partilho com vós o nosso excelso Miguel Outeiro. Senhor de um humor do mais fino recorte que tão bem (...)
01 Jul, 2022

Aeroportos

Em garoto, sonhava com a primeira vez em que iria voar, a sensação de me soltar do solo e navegar nas nuvens (num avião, que eu andei na António Arroio, e havia por lá substâncias que parece que provocavam o mesmo efeito, disseram-me). O meu pai já me tinha explicado, depois de estar lá em cima não tem nada de especial, passam um filme e servem má comida. E esperamos. Para despachar a mala, para passar o controlo de segurança, para embarcar, para sair do avião, mais uma escala (...)
23 Jun, 2022

"Strawberry" Lua

Os 52 graus que se fazem sentir ultimamente não convidam a grandes Safaris fotográficos. Mas quando temos uma super lua com sabor de morango, não podemos perder a oportunidade. As fotografias ficaram simpáticas, mas 46 graus às 8 da noite não são fáceis.
Se comprar carro teve os seus desafios, a venda dava um filme indiano. Mas sem pessoas a dançar. O Toyota não se quis deixar ir sem dar luta. Comecei por colocar um anúncio no Olx cá do sítio, o Haraj. Em 5 minutos já tinha mais de 10 interessados, alguns a garantir “eu compro já, apaga o anúncio, já o vou aí buscar, não vendas a mais ninguém”. Em teoria, isto é tudo muito lindo, na prática, vai-se a ver e afinal não é bem assim.  Apesar de ter mencionado no anúncio (...)
O Toyota nunca recuperou totalmente do acidente do Natal 2020, pelo que, aproveitando as promoções do Ramadão, decidi trocar de carro. Nesta terra há um mercado de carros em segunda mão muito diversificado, e de abundante oferta. Mas tendo em conta a forma como esta gente conduz, e a forma como tratam os carros, optei por um novo, com garantia, sem tablier alcatifado nem nódoas de shawarma. Primeira (...)